segunda-feira, 9 de outubro de 2017

DIA INTERNACIONAL DA ANIMAÇÃO 2017


Todos preparados para o grande DIA? Nós estamos prontos e aguardando vocês! No dia 28 de outubro, celebraremos os 100 anos da animação brasileira com uma seleção incrível de curtas nacionais e de filmes que representam a trajetória da animação no Brasil. E esse ano estamos retornando à sala de cinema do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro.  

Anote aí!

Primeira parta das comemorações do Dia Internacional da Animação de Goiás

Data: 28/10/17
Horário: 18h
Local: Cine Goiânia Ouro



PROGRAMAÇÃO MOSTRA NACIONAL

LIVRE



CAMINHO DOS GIGANTES



Direção: Alois Di Leo
11min 52s – 2D digital desenhado quadro a quadro – 2016 – São Paulo/SP
Sinopse: Em uma floresta de árvores gigantes, Oquirá uma menina indígena de seis anos, vai desafiar o seu destino e descobrir o ciclo da vida.
SPACE SCAPE



Direção: Bruno Monteiro
3min56s – 3D – 2017 – Campinas/SP
Sinopse: Cadete espacial precisa lutar para conseguir sair de um labirinto que oferece uma coisa pior que a própria morte.

SAYOUNARA



Direção: Débora Mini
4min40s – Animação Tradigital – 2016 – Contagem-MG
Sinopse: Sayuri e Yasuo traçam sua história de amor, mostrando que a vida pode se tornar frágil mediante situações inesperadas.

CARA, QUAL VAI SER O NOME DA NOSSA ANIMAÇÃO?



Direção: Julia de Macedo Nicolescu e João Pedro Balbino Figueiredo
2min38s – 2016 – 2D Digital e Cut-Out – Rio de Janeiro/RJ
Sinopse: João e Julia são dois estudantes de Design, criando o seu curta animado. Durante o brainstormingde ideias, eles não conseguem pensar em nada, até que começam a imaginar a fantástica jornada de um Pug Robô em busca de um tesouro. No entanto, uma cabra do mau guarda esse tesouro junto do seu exército de colegiais ninjas fofas japonesas (High School Kawaii Desu Ninja Girls). Será que o Pug Robô conseguirá conquistar o seu tesouro?

PLANTAE



Direção: Guilherme Gehr
10min25s – 2D – 2017 – Macaé/RJ
Sinopse: Ao cortar uma grande árvore no interior da floresta, um madeireiro contempla uma inesperada ração da natureza.

O VIOLEIRO FANTASMA



Direção: Wesley Rodrigues
6min50s – 2D – 2017 – Aparecida de Goiânia-GO
Sinopse: O Violeiro fantasma com o som de sua viola, apresenta um sertão mágico e psicodélico através da poesia de cordel.

CARTAS



Direção: David Mussel
4min48s – Desenho Digital; Cut-Out Digital – 2016 – Rio de Janeiro/RJ
Sinopse: Uma mulher trancada em suas memórias recebe uma carta inesperada que a fará ter de enfrentar seus medos e seu passado.

O MAL



Direção: Carlon Hardt
2min11s – Stop Motion com Recortes – 2016 – Curitiba/PR
Sinopse: Videoclipe de “O Mal”, música de Dante Ozetti e Arrigo Barnabé, interpretada por Juliana Cortes. “Assim quem jamais pensou no mal / Se viu em natureza criminal” – o filme retrata, através de Stop Motion realizado com recortes e colagens, o surreal na perda da inocência e na sedução pelo proibido.
O PROJETO DO MEU PAI



Direção: Rosaria
5min40s – 2D digital – 2016 – Vitória/ES
Sinopse: Eu tenho um amigo que diz que a gente precisa desenhar uma mesma coisa mil vezes, até ela ficar do jeito que a gente acha que é.


PROGRAMAÇÃO MOSTRA HISTÓRICA
RECOMENDADA PARA MAIORES DE 14 ANOS


   



AS AVENTURAS DE VIRGULINO
Direção Luiz Sá (1930) – 2 min
SINOPSE: Animação brasileira da década de trinta em preto e branco e sem som, que esteve perdida por quase oito décadas e recentemente foi descoberta e restaurada, para ser exibida publicamente pela primeira vez após quase oitenta anos. Seu realizador ficou muito conhecido pela criação dos personagens RECO-RECO, BOLÃO e AZEITONA publicados na revista “O TICO-TICO” na década de trinta.

FRIVOLITÁ 



Direção: Luiz Seel (1930) – 3 min

SINOPSE: Frivolitá conta a história de uma mocinha coquete e modernista que, querendo dormir até mais tarde, tem de enfrentar o despertador, o gramofone e um bando de gatos acumpliciados com um recolhedor de objetos descartados.

A cópia do curta esteve perdida por mais de 80 anos e foi restaurada em 2013. Frivolitá foi animado em técnica tradicional 2D, desenhado no papel e finalizado em acetato, filmado com truca, montado na moviola e finalizado em película.

    O ÁTOMO BRINCALHÃO



Direção: Roberto Miller (1961) – 3 min 47 seg
SINOPSE: Um átomo é lançado ao espaço. Em órbita descobre que é uma figura alegre e brinca até desintegrar-se. Roberto Miller realizou o curta usando a técnica de Desenho sobre película. Desenhou durante 3 anos diretamente sobre os fotogramas, utilizando 10 vidros de tinta plástica especial, 50 vidros de tinta nanking colorida e 500 metros de película virgem.

FAZ MAL



Direção: Stil (1979) – 5 min
SINOPSE:Uma coletânea bem-humorada de crendices populares. Passar por baixo de escadas; apontar para estrela; beber em copo alheio; olhar para mulher feia e dormir para os pés da cama. Tudo isso faz mal.

    PRECIPITAÇÃO



Direção: Marcos Magalhães (1983) – 5 min
Sinopse: Uma divertida animação, com um reggae como fundo musical, sobre as aventuras de um personagem que se cansa da rotina e resolve se “precipitar” pelo mundo afora.

    NOTURNO 


Direção: Aída Queiroz (1986) – 4 min
SINOPSE: Abordagem dos movimento equinos, explorando o ritmo e a beleza das formas

    INFORMÍSTICA 


Direção:Cesar Coelho (1986) – 7 min
Sinopse: Um líder espiritual é encarregado de enfrentar e domesticar a máquina através de enigmas e palavras mágicas. Subitamente a máquina sai do seu controle e o destrói, mas uma criança, por curiosidade, arranca o fio da máquina desligando-a. Estabelece-se o caos.

   TREILER – A ÚLTIMA TENTATIVA




Direção: José Maia, Lancast Mota, Otto Guerra (1986) – 5 min
SINOPSE:Um burrinho e um urubu cineasta tentam desesperadamente levar o negativo de um longa-metragem até o laboratório de revelação, mas pelo caminho são obrigados a enfrentar a fúria de Mickeys, Pernalongas e de outros personagens consagrados do cinema de animação.


    UMA SAÍDA POLÍTICA 





Direção: Arnaldo Galvão (1990) – 6 min
SINOPSE:Em tom de ópera bufa, um político tenor discursa cantando para conseguir votos.

    CUIDANDO, DÁ LINHA 



Direção: Núcleo de Animação de Campinas (1997) – 7 min
SINOPSE: Crianças de 11 cidades de 3 estados comentam a depredação e conservação dos orelhões.


    REANIMANDO O KAISER



Direção: Coletiva – Releitura do filme de 1917 de Seth – 3 min 40seg

“O Kaiser” é o marco zero da animação brasileira. Realizado em 1917 pelo caricaturista fluminense Álvaro Marins (Seth), a charge animada era uma alusão clara ao contexto geopolítico internacional daquela época, às sombras de uma guerra mundial.
Por falta de preservação adequada o filme foi perdido, e tudo o que sobrou foi uma imagem de referência da obra.
Em 2013 o documentário ‘Luz Anima Ação”, uma produção da IDEOgraph dirigida por Eduardo Calvet, convidou oito grandes nomes da animação brasileira a recriar essa obra pioneira em um trabalho coletivo que mistura diversas técnicas de animação. O resultado é um trabalho denso, reflexivo e metalinguístico único, que reflete bem a diversidade da animação feita no Brasil.

Animação coletiva realizada por:
Marcelo Marão – animação 2D tradicional
Zé Brandão – animação vetorial
Pedro Iuá – stop motion Stil – animação em papel sulfite
Rosana Urbes – metalinguagem 2D
Diego Akel – pixilation e pintura no tempo
Marcos Magalhães – animação em película
Fabio Yamaji – light painting


terça-feira, 18 de outubro de 2016

PROGRAMAÇÃO - DIA INTERNACIONAL DA ANIMAÇÃO - 2016



SOBRE O DIA INTERNACIONAL DA ANIMAÇÃO 2016



10º Dia Internacional de Animação
Evento acontece nos dias 26, 27 e 28 de outubro, no Cine Cultura, em Goiânia

O Cine Cultura e a Escola Goiana de Desenho Animado (EGDA) promovem comemoração ao Dia Internacional de Animação em Goiânia. A 10ª edição do evento ocorre nos dias 26, 27 e 28 de outubro, no Cine Cultura e MIS – Centro Cultural Marieta Telles Machado. A entrada é gratuita.

A data, promovida nacionalmente pela Associação Brasileira de Cinema de Animações (ABCA), é comemorada simultaneamente em mais de 200 cidades brasileiras. Em Goiânia, a responsabilidade é da Escola Goiana de Desenho Animado e Na Toca Filmes. O evento é realizado com o patrocínio da Rodonaves Transporte e Drogaria Med Comerce via Lei Goyazes, a lei estadual de Incentivo à Cultura do Estado de Goiás. O intuito do evento é reafirmar o compromisso com a difusão do cinema de animação no país e em cada uma de suas regiões.

Na noite de abertura do evento, no dia 26, o público poderá curtir a homenagem a um dos principais diretores de animação autoral do país, Otto Guerra. A noite será composta pela exibição de dois curtas e um longa-metragem e, ao final, um bate-papo descontraído com o diretor gaúcho. A trilha sonora das animações também é celebrada durante a programação, com o lançamento do disco Cine(stesia), produzido pelo músico e produtor musical goiano Dênio de Paula. A obra reúne faixas de trilhas compostas pelo músico presentes em consagradas animações, filmes e documentários.

Durante os três dias de evento, as mostras infantis recebem a visita de crianças de 6 a 10 anos da rede pública de ensino. A programação também conta com a exibição de mostras internacionais, nacionais e conteúdos regionais. O evento acredita que a arte é para todos, por isso, inclui eventos com acessibilidade em suas atividades. Neste ano, serão exibidos seis curtas com audiodescrição para deficientes visuais. E, para quem curte animações de terror, ficção cientifica e fantasia, a mostra DIA Fantástico apresenta uma seleção emocionante de curtas.

As oficinas gratuitas de animação, realizadas em novembro, com os ilustradores Fábio Zimbres e Rosana Urbes, também integram as comemorações da data em Goiânia.


Otto Guerra – Chutando o balde há 38 anos

A abertura do 10ª Dia Internacional de Animação em Goiânia presta homenagem a Otto Guerra, um dos grandes nomes da animação autoral do país. O diretor gaúcho é fundador do estúdio Otto Desenhos Animados, empresa responsável pela produção de mais de 500 filmes de publicidade, curtas e longas. Otto Guerra tem uma carreira diversificada, com produções de filmes publicitários e comédias autorais. O seu curta-metragem de estreia foi O natal do burrinho (1984), vencedor do prêmio de melhor curta gaúcho no Festival de Gramado no mesmo ano.

A mostra selecionou três produções do gaúcho para apresentar na noite de abertura, às 19h30, no Cine Cultura. O curta Novela (1992) é uma sátira sobre as histórias contadas nos horários nobres da televisão brasileira. A animação Cavalheiro Jorge (2000) conta a história do cavaleiro antes de virar um santo. O longa-metragem Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’n’Roll (2006) retrata a história de jovens da geração de setenta, que hoje enfrentam as dificuldades da vida adulta, e decidem ressuscitar a velha banda de rock’n’roll formada há trinta anos atrás. Após as exibições, o cineasta vai participar de um bate-papo animado com a plateia.

Mostra infantil – Animação para os pequenos

A Mostra Infantil acontece nos dias 26, 27 e 28 de outubro, com exibições às 10 horas. A mostra é exclusiva para crianças de 6 a 10 anos das escolas da rede pública de ensino e conta com nove curtas dedicados a temática infantil. São eles: Salu e o Cavalo Marinho (2014) – Direção: Cecília da Fonte, Dinossauro Rex (2014) – Direção: Alunos da Escola Mariano Ferreira de Nazareth, Contos Incontados: Brancos de Neve (2014) – Fernando Ferreira Garróz, O Diário de Mika (2015) – Elizabeth Mendes, Virando Gente (2014) – Analúcia Godoi, Contos Incontados Aladim e a Lâmpada Maravilhosa (2014) – Fernando Ferreira Garróz, Aquitã – O Indiozinho (2015) – Frata Soares, Por que eu nasci dessa cor? (2013) – Direção: Fabiano Bomfim e Marcela Werkema e Lipe, Vovô e o Monstro (2016) – Felippe Steffens e Carlos Mateus.

Além de incentivar o imaginário infantil, as histórias também buscam conscientizar sobre questões sociais importantes nos dias atuais.

Animação para todos – Acessibilidade

 A arte da animação deve atingir a todos. Pensando nisso, o evento promove várias formas de inclusão da sociedade durante a programação. Além de poder desfrutar gratuitamente de uma ótima seleção de curtas do mundo inteiro, o Dia da Animação também oferece a mostra com audiodescrição. O recurso possibilita que pessoas com deficiência visual assistam e entendam melhor aos filmes. A descrição esclarece sobre o que está em cena e ajuda a transmitir traços de subjetividade na obra. A mostra será apresentada no dia 27 de outubro, a partir das 19 horas.

Serão apresentadas as obras: O Átomo Brincalhão (1961) – Direção: Roberto Miller, Ed (2013) – Direção: Gabriel Garcia, Occupation: Animator (2013) – Direção: Bruna Berford, Castillo Y El Armado (2014) – Direção: Pedro Harres, Los Rosales (2014) – Direção: Daniel Ferreira e Faroeste: Um Autêntico Western (2013) – Direção: Wesley Rodrigues.


Mostra DIA Fantástico – Aquecimento para mostra TRASH

A programação Dia Internacional da Animação também inclui a mostra DIA Fantástico, que ocorre no dia 27 de outubro, a partir das 20 horas. As animações selecionadas se enquadram no gênero terror, ficção científica e fantasia. A exibição é uma prévia de filmes em animação da TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico, que acontece de 7 a 11 de dezembro, no Cine Cultura.

As obras escolhidas foram: Dead Friends (2015) – Direção: Changsik Lee, Diablada (2016) – Direção: Thomas Lemoine, Dear John (2016) – Direção: Péter Vácz, Juliette – Lora D’Addazio Mathilde Rémy, Parque Pesadelo (2015) – Direção: Aly Muritiba, The Water Giant (2016) – Direção: Wei-Yuan Chen, Adele Shadow of a Dream (2016) – Direção: Bruno Higuera e Reality is not impossible (2016) – Direção: Birgit Scholin.

Trilha sonora – A alma das animações

            O músico goiano e produtor musical Dênio de Paula realiza lançamento do CD Cine(stesia). Dênio é um nome de peso na cena local, premiado pela trilha sonora de inúmeras animações e publicidades, e escolheu as comemorações do Dia Internacional de Animação para lançar seu novo projeto musical.

O músico destaca a importância de eventos como o DIA para incentivar a cultura e os profissionais na área. “O cenário da animação passou por um crescente aumento nos dias atuais, não só no quesito quantidade, mas também na qualidade dos projetos apresentados. Podemos apresentar nossas produções no mundo inteiro”, diz. Para o músico, as comemorações do DIA abrem oportunidades para divulgação de projetos na área.
Cine(stesia) é uma compilação de premiadas trilhas sonoras produzidas pelo músico para animações. A obra é composta por faixas musicais feitas para as animações: Faroeste – Um Autêntico Western (2013) – Direção: Wesley Rodrigues, O Ogro (2011) – Direção: Márcia Deretti e Márcio Júnior, Rapsódia do Absurdo (2007) – Direção: Cláudia Nunes, Viagem na Chuva (2014) – Direção: Wesley Rodrigues, Lápis sem cor (2015) – Direção: Iuri Moreno, dentre outros.


Mostra regional – Talentos do Estado reconhecidos

A 7ª Mostra de Animações Regionais do Dia Internacional da Animação de Goiânia acontece no dia 28 de outubro, a partir das 19 horas. O público poderá conferir gratuitamente as obras criadas por diretores do Estado. A mostra conta com os curtas: Lenhador (2015) – Direção: Fábio Teófilo, Meninos Verdes (2016) – Direção: Rosa Berardo, A Noiva do Coelhinho (2016) – Direção: Rafael Franco, Vida de Boneco (2016) – Direção: Flávio Gomes e Josh Journey (2016) – Direção: Iuri Araújo. Os curtas serão exibidos em Goiânia e outras dez cidades do Estado.

Mostra nacional – O Brasil bem representado

A mostra nacional acontece no dia 28 de outubro, a partir das 19 horas, no Cine Cultura. O Estado está bem representado na mostra com o curta Viagem na Chuva (2014), dirigido por Wesley Rodrigues. A história mostra a chuva como um circo, que percorre um longo caminho até encontrar o seu lugar de destino. E, quando partem de um local para o outro, deixam muitas lembranças.

Além do curta dirigido pelo goiano, a mostra conta com as produções de outros talentos brasileiros: Noturno (1986) – Direção: Aída Queiroz, O Quebra Cabeça de Tarik (2015) – Direção: Maria Leite, Inglourious Billiards (2016) – Direção: João Cardoletto, Ciúme (2015) – Direção: Daniel Bruson e Até a China (2015) – Direção: Marão.

Mostra internacional – De olho nas produções estrangeiras

Os curtas internacionais serão apresentados no dia 28 de outubro, no Cine Cultura, a partir das 19 horas. A seleção de curtas conta com representantes de sete países e abrangem diversos temas do cotidiano atual. Os títulos escolhidos são: Milk of Amnesia (1992) – Direção: Jeff Scher, Vicenta (2014) – Direção: Carla Valência, When I was a Child (2014) – Direção: Maryam Kashkoolina, La Testa Tra Le Nuvole (2014) – Direção: Roberto Catani, Endgame (2015) – Direção: Phil Mulloy, I Love Holligans (2013) – Direção: Jan-Dick Bouw e Five Minute Museum (2015) – Direção: Paul Bush.


Oficinas – Transmitindo conhecimentos

O Dia Internacional de Animação em Goiânia visa promover a arte da animação e impulsionar os trabalhos dos profissionais da área. Por isso, a programação conta com oficinas gratuitas de Direção de arte e Storyboard e de Processos em Animação.

A oficina de Direção de arte e Storyboard será realizada pelo ilustrador Fábio Zimbres. O diretor de arte já participou da produção de várias animações premiadas, dentre elas: Nave-Mãe (2004), vencedora na categoria de Melhor Curta de Animação no Prêmio TAM de Cinema Brasileiro em 2005. Fábio também integrou a produção de Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo (2011), premiado como Melhor Curta Brasileiro na Janela Internacional de Cinema de Recife e Festival de Gramado em 2011. A oficina será realizada nos dias 5 e 6 de novembro, das 14 às 19 horas, na Escola Goiana de Desenho Animado.

A oficina de Processos em Animação será realizada pela ilustradora Rosana Urbes. A animadora trabalhou por oito anos nos estúdios Disney, participando das famosas produções de Mulan, Tarzan, A nova onda do Imperador e Lilo&Stitch, dentre muitos outros. No Brasil, a ilustradora fundou a RR Animation Films. Rosana estreou como diretora no curta Anima Mundi (2014), vencedor dos prêmios de Melhor Filme e de Crítica Internacional no Festival Annecy, em 2015. A oficina com a ilustradora será realizada no dia 9 de novembro, das 19 às 22 horas, na Escola Goiana de Desenho Animado.


As inscrições podem ser feitas de 15 a 31 de outubro pelo site (www.escolagoianadedesenhoanimado.com).